terça-feira, 23 de junho de 2009

Os monjes tibetanos dizem que os ETs irão nos salvar em 2012.

0 comentários




Eles vêm para nos salvar?.

Visualização remota não é nada de novo nos mosteiros tibetanos. Por milhares de anos de visualização remota no meio de outras atividades espirituais têm dominado cultura tibetana. O que alguns turistas indianos vieram para aprender alguns mosteiros tibetanos sob o atual Estado chinês é extremamente alarmante e fascinante.
De acordo com esses turistas, as antigas potências mundiais visionários estão vendo no curso de auto-destruição. Nós também ver que o mundo não será destruído. Entre agora e 2012 as superpotências do mundo envolvido em guerras regionais continuar. O terrorismo e a guerra secreta o que acontecerá principal.Algo problema no mundo da política e será em torno de 2010. Nessa altura, o mundo vai poder ameaçar a destruir-se mutuamente.
Entre 2010 e 2012 em todo o mundo polarizado e preparar para o dia da última frases. Poucos progressos irá ocorrer com duras manobras políticas e negociações.
Em 2012, o mundo vai começar a afundar em uma destrutiva guerra nuclear total. E na hora que vai acontecer algo extraordinário, dizem os monges budistas do Tibete. Sobrenatural divino poderes irá intervir. O destino do mundo não é auto neste momento.
A interpretação científica dos monges "declarações deixa claro que o excesso de poderes, observamos, em cada etapa do camino.Intervendrán em 2012 e salvou o mundo da auto-destruição.
Quando perguntado sobre os recentes avistamentos UFO na Índia e na China, os monges sorriu e disse que os poderes divinos assistindo a todos nós. A humanidade não pode e não será permitido alterar o futuro no presente alto grau.
Todo o ser humano através dos seus actos na vida atual chamado Karma podem alterar a vida futura de alguns limites, mas mudar o destino para a grande medida para não permitir isso.
Monges também mencionou que para além de 2012 a nossa atual civilização irá compreender que a fronteira final da ciência e da tecnologia está na área da espiritualidade e não no físico ou químico materiais.
Para além de 2012, a tecnologia terá uma direção diferente. As pessoas vão aprender a essência da espiritualidade, a relação entre corpo e alma, a reencarnação e ao fato de que estamos ligados uns aos outros e todos nós somos parte de Deus.
Na Índia e na China subiram muitos avistamentos UFO veces.Muchos dizer que chineses e indianos Governos estão a ser contactados por extraterrestres.
Nos últimos dias têm sido mais UFO actividades nos países que desenvolveram capacidades nucleares si.
Quando perguntado se estas são efectivamente estrangeiros em Mostar, em 2012, a resposta dada pelo remoto visão é essa: elas mostram-nos uma tal forma que não nos assusta qualquer nosotros.Se revelar si só se tiverem para. Como a nossa ciência e tecnologia avança, estamos destinados a vê-los e interagir com eles de forma alguma.
Segundo a antiga visionários, a nossa terra é abençoada e ser guardada continuamente a partir de todos os tipos de perigos de que nós não estamos sequer conscientes. Como a nossa tecnologia progride nós percebemos como forças externas nos salvou.

Texto traduzido do Castelhano para o português do Brasil.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Quem é Erich Von Daniken? Mais um controvertido personagem do século XX.

3 comentários
Erich von Däniken (Zofingen, 14 de abril de 1935) é um escritor suíço. É mais conhecido por seus trabalhos sobre a suposta influência extraterrestre na cultura humana desde os tempos pré-históricos.
O suíço Erich Von Däniken é o autor do best-seller Eram os Deuses Astronautas?, livro que ficou famoso nos anos 1970 ao descrever como hipótese a suposta vinda de seres extraterrestres, como sendo os deuses que visitavam o planeta Terra no passado. Däniken passou a ser considerado um dos escritores mais reconhecidos mundialmente, chegando a lançar 28 livros, todos traduzidos para 32 línguas e vendido mais de 62 milhões de exemplares.

Seu interesse em desvendar enigmas históricos começou quando Däniken passou a ler escritos indianos antigos que falavam de seres vindos do céu em suas máquinas de fogo, em meio a tanta fumaça e ruídos. A partir daí foi então que Däniken começou a questionar: se nossos antecedentes mencionavam esses seres estelares que nos visitavam como não sendo deuses, o que seriam então? Ao longo dos anos, Däniken lançou seu primeiro best-seller, “Eram os deuses astronautas?", 1966, mas só depois desse sucesso foi que Däniken passou a estudar de forma autodidata e a coletar informações sobre os mistérios que intrigam a humanidade.

Atualmente face a estudos científicos e acadêmicos, quase todas as suas afirmações que constam no livro são ignoradas. Não existe nenhum dado científico que corrobore com as suas afirmações.

Atualmente Däniken coordena grupos de viagens para lugares, como Stonehenge, na Inglaterra, a região de Nazca, no Peru, as pirâmides do Egito, entre outros.

Muita da sua pesquisa influenciou a ficção científica contemporânea. Um dos exemplos é o filme Stargate e respectivas séries. O filme 10,000 BC/ "10000 Antes de Cristo", baseia-se inclusive nesta hipótese.

sábado, 6 de junho de 2009

De Onde Surgiu Esta Controvertida Teoria do Fim do Mundo?

1 comentários

Zecharia Sitchin (nascido em 1922) é um historiador e autor de livros defendendo uma versão da teoria dos astronautas antigos para a origem da humanidade. Ele atribui a criação da antiga cultura suméria aos "annunaki" (ou "nefilim"), uma raça extraterrestre nativa de um planeta chamado Nibiru, que se encontraria nos confins do Sistema Solar. Ele afirma que a mitologia suméria é a evidência disto, embora suas especulações sejam descartadas pela maioria dos cientistas, historiadores e arqueólogos convencionais, que discordam de sua tradução dos textos antigos e de sua interpretação da física

Sitchin nasceu em Baku, Azerbaijão, e foi criado na Palestina. Adquiriu conhecimentos do hebraico antigo e moderno e outras línguas européias e semíticas, do Velho Testamento e da história e arqueologia do Oriente Próximo. Sitchin formou-se pela London School of Economics, da Universidade de Londres, graduando-se em história econômica. Foi jornalista e editor em Israel durante muitos anos, vivendo atualmente na cidade de New York, onde edita seus livros. Suas obras foram largamente traduzidas, inclusive para o braille, e comentadas em programas de rádio e televisão.

De acordo com a interpretação que Sitchin faz da cosmologia suméria, haveria um planeta desconhecido de nossa ciência que segue uma órbita elíptica e demorada, passando pelo interior do Sistema Solar a cada 3.600 anos. Este planeta chamaria-se Nibiru (associado ao deus Marduk na cosmologia babilônia). Segundo Sitchin, Nibiru teria colidido catástroficamente com Tiamat, outro planeta hipotético, localizado por Sitchin entre Marte e Júpiter. Esta colisão supostamente teria formado o planeta Terra, o cinturão de asteróides, e os cometas. Tiamat, conforme descrito no Enuma Elish, o épico da Criação mesopotâmico, é uma deusa. De acordo com Sitchin, contudo, Tiamat era o que é agora conhecido como Terra. Quando atingido por uma das duas luas do planeta Nibiru, Tiamat teria partido-se em dois. Numa segunda passagem, o próprio Nibiru teria atingido os fragmentos e metade Tiamat tornaria-se o cinturão de asteróides. A segunda metade, novamente atingida por uma das luas de Nibiru, seria empurada para uma nova órbita e tornaria-se o atual planeta Terra.

Este cenário é dificil de ser conciliado com a atual pequena excentricidade orbital da Terra de apenas 0,0167. Os defensores de Sitchin mantém que isso explicaria a peculiar geografia antiga da Terra, devido á acomodação após a colisão celeste, entenda-se, continetes sólidos de uma lado e um oceano gigantesco do outro. Embora isto seja consitente com a hipótese do impacto gigante que teria originado a Lua, estima-se que esse acontecimento tenha ocorrido 4, 5 bilhões de anos atrás.

O cenário delineado por Sitchin, com Nibiru retornando ao interior do Sistema Solar regularmente a cada 3.600 anos, implica numa órbita com um eixo semi-principal de 235 unidades astronômicas, estendendo-se do cinturão de asteróides até 12 vezes mais distante do Sol que Plutão. "A teoria da perturbação elementar indica que, sob as circunstâncias mais favoráveis de escapar-se de impactos diretos com outros planetas,nenhum corpo com uma órbita tão excêntrica conseguiriam manter o mesmo período por duas passagens consecutivas. Dentro de doze órbitas, o objeto seria expulso ou converteria-se num corpo de perído breve. Portanto, a busca porum planeta transplutaniano por T. C. Van Flandern, do Observatório Naval dos EUA, que Sitchin usa para justificar sua tese, não se sutenta", afirmou C. Leroy Ellenberger, em seu artigo Marduk Unmasked, em Frontiers of Science, de maio-junho de 1981.

De acordo com a teoria de Sitchin, "posto isto, a partir de um começo equilibrado, os nefilim evoluíram em Nibiru 45 milhões de anos à frente do desenvolvimento comparado na Terra, com seu ambiente claramente mais favorável." Ainda segundo Ellenberger em seu artigo, "Tal resultado é improvável, para dizer o mínimo, uma vez que Nibiru passaria 99% de seu período além de Plutão. A explicação de Sitchin que o calor de origem radioativa e uma grossa atmosfera manteriam Nibiru aquecido é absurda e não resolve o problema da escuridão no espaço profundo. Também inexplicado é como os nefilim, que evoluíram muito depois da chegada a Nibiru, sabiam o que aconteceu com o planeta quando entrou pela primeira vez no Sistema Solar."

De acordo com Sitchin, Nibiru era o lar de uma raça extraterrestre humanóide e tecnologicamente avançada chamada de annunaki no mito sumério, que seriam os chamados nefilim da Bíblia. Ele afirma que eles chegaram à Terra pela primeira vez provavelmente 450.000 anos atrás, em busca de minérios, especialmente ouro, que descobriram e extraíram na África. Esses "deuses" eram os militares e pesquisadores da expedição colonial de Nibiru ao planeta Terra. Sitchin acredita que os annunaki geraram o Homo Sapiens através de engenharia genética para serem escravos e trabalharem nas minas de ouro, através do cruzamento dos genes extraterrestres com os do Homo Erectus. Ele afirma que inscrições antigas relatam que a civilização humana de Sumer na Mesopotâmia foi estabelecida sob a orientação destes "deuses", e a monarquia humana foi instalada a fim de prover intermediários entre a humanidade e os annunaki. Ele crê que a radioatividade oriunda de armas nucleares usadas durante uma guerra entre facções dos extraterrestres seja o "vento maligno" que destruiu Ur por volta de 2.000 AC (segundo ele, o ano exato seria 2.024 AC), descrito no Lamento por Ur. Ele afirma que sua pesquisa coincide com muitos textos bíblicos, e estes seriam originários de textos sumérios. Para os leitores que apreciaram e ficaram curiosos com este post, leiam a obra literária de Zecharia intitulada "The End Of Days".

quarta-feira, 3 de junho de 2009

O Fim dos Tempos.

1 comentários

Ultimamente estamos testemunhando uma série de eventos catastróficos pelo mundo, existem várias profecias e em diferentes épocas da existência humana as civilizações tem registrado com grande precisão e previsão os fatos da atualidade e futuro do nosso planeta.
E de todas as previsões apocalípticas, está o que muitos imaginam o fim dos tempos, uma série de eventos planetários, que terá início em 21 de dezembro de 2012 ou (soustício de inverno) o alinhamento da terra com o centro da via láctea e o surgimento de um misterioso planeta conhecido como Nibiru pelos antigos Sumérios.
A existência deste misterioso planeta encontra-se inscrito em um achado arqueológico dos antigos Sumérios datado de 5000 anos vejam na foto a seguir.



Como mostra na sequência neste gráfico o planeta x, Nibiru ou herculóbus, viaja pelas estrelas em forma elíptica como fazem os cometas, os sumérios teriam presenciado a passagem deste planeta pelo sistema solar.Quais foram as consequências deste evento para o planeta Terra? Aliás o que houve com os seres que habitavam o planeta neste período? Cataclísmas; terremotos, maremotos, furacões, chuva de asteróides ou uma nova era glacial? Será que foi o dilúvio relatado na Bíblia? Bom qualquer coisa que se diga será mera especulação afinal de contas 2012 está aí são apenas 3 anos vamos aguardar.

Pesquisa personalizada

Anúncios Google

Greenpeace

Greenpeace